Como diminuir o brilho da tela do seu smartphone ou tablet

Por Vivoblog em 26-novembro-2014 Votos:
(nenhum voto)
0

Smartfone, brilho, windows phone, iOS, Android, FirefoxJá deitado na cama, você pega o celular pra dar aquela última olhadinha nas redes sociais e… perde o sono completamente! Isso acontece porque a tela de smartphones e tablets emitem um tipo de luz que engana nosso cérebro e faz com ele pense que já é hora de acordar. Para não transformar sua noite de sono em uma noite de insônia, siga as dicas abaixo e altere o brilho da tela ;)

iOS
1) Localize e pressione “Ajustes” e depois vá em “Imagens de fundo e Brilho”. Agora basta mover o cursor para a esquerda ou direita e ajustar o brilho da maneira que você quiser
2) Se preferir, você pode habilitar o modo automático. Abaixo da barra de regulagem da luminosidade, deve aparecer “Brilho Automático”. Com essa opção selecionada, o próprio smartphone vai se adaptar automaticamente à luminosidade do ambiente.
3) Se você não se acostumar, basta desabilitar esse modo

Android
1) Primeiro, acesse o painel de configurações e depois vá em “Meu Dispositivo”
2) Em seguida, clique em “Visor”
3) Encontre e pressione a opção “Brilho”
4) Surgirá na tela a opção para regular o nível de brilho. Se preferir, você pode deixar a opção “Brilho automático” marcada. Assim, o próprio fone aparelho vai se adaptar de acordo com a luminosidade. Se não curtir, basta desmarcá-la ;)

Windows Phone
1) Na Tela Inicial, vá até a lista Aplicativo e depois toque em “Configurações”
2) Localize e toque na opção “Brilho”
3) Pronto, agora basta regular a luminosidade de acordo com o ambiente em que você estiver

Firefox OS
1) Primeiro, toque em “Ajustes” e então escolha “Tela”
2) Em seguida, as opções “Papel de parede”, “Tempo de espera” e “Brilho” irão surgir
3) Toque em “Brilho” e pronto! Basta ajustar a luminosidade da tela através do controle deslizante
4) Se preferir, marque a opção “Ajuste Automático” para que o próprio aparelho adapte a luminosidade de acordo com o ambiente.

Agora sua leitura vai ficar muito mais agradável, onde quer que você esteja ;)

Compartilhe este post:

Seu smartphone vive corrigindo o que você escreve? Desabilite a correção automática!

Por Vivoblog em 24-novembro-2014 Votos:
(nenhum voto)
0

vivo_blogSabe aquele momento em que você escreve uma palavra e o seu smartphone insiste em corrigi-la, mesmo quando não está errada? É fácil resolver, basta desabilitar a opção “Substituição automática” tanto no Android quanto no iPhone. É simples, olha só:

Android
1)    Acesse o menu de configurações pressionando a engrenagem (ou uma chave inglesa, dependendo da versão do seu Android)
2)    Depois escolha a aba “Meu Dispositivo”. Em seguida, localize e selecione  “Idioma e inserção”
3)    Pressione “Teclados e métodos de entrada”
4)    Agora, basta desabilitar a opção “Substituição Automática”. Caso não queira nem mesmo receber sugestões de palavras para serem completadas, desabilite também a opção “Texto inteligente”

iPhone:
1)    Primeiro, acesse o menu “Ajustes” através do ícone de engrenagem
2)    Depois, clique em “Geral”
3)    Em seguida, pressione “Teclado”
4)    Uma nova tela irá surgir com algumas opções. Localize “Auto-Correção” e selecione Off. Pronto!

Windows Phone:
1)    Pressione Iniciar e deslize para a esquerda até encontrar a lista de aplicativos
2)    Depois, selecione “Configurações > Teclado”
3)    No menu seguinte, vá em um dos Idiomas do teclado e pressione “Configurações de digitação”

4)    Toque em “Pressione para alterar” na parte superior da tela
5)    Na nova janela, remova a marcação de “Corrigir palavras escritas incorretamente”
6)    Toque na tecla “Voltar” quando terminar

Firefox OS:
1) Abra o aplicativo “Configurações”
2) Toque em teclados na seção “Personalização”
3) Toque em “Teclado”
4) Coloque uma marca de seleção ao lado das configurações desejadas

Pronto! Agora seu smartphone não vai mais corrigir você ;)

Compartilhe este post:

Luz, câmera… água! Conheça os smartphones que funcionam em qualquer lugar, até mesmo dentro da piscina!

Por Vivoblog em 21-novembro-2014 Votos:
(nenhum voto)
1

a prova d'aguaSmartphones à prova d’água são uma boa opção para quem pretende trocar de telefone antes do final do ano. Assim, dá pra aproveitar o verão e a temporada de férias na beira da piscina, com direito à fotos embaixo d’água! ;)

Como saber se um smartphone é à prova d’água ?

Os aparelhos vem de fábrica com o selo IP65/IP68*, que é uma certificação que comprova os níveis de resistência de um dispositivo com relação à poeira e à água. Pra entender melhor, o primeiro dígito indica o nível de proteção contra objetos sólidos, incluindo até mesmo minúsculas partículas de poeira. Já o segundo indica o nível de resistência que o smartphone tem à água. A Sony, por exemplo, tem três modelos com essa certificação: Xperia™ Z3, Xperia™ Z3 Compact e o Xperia™ M2 Aqua.

Xperia™ Z3  e  Z3 Compact
Com configurações potentes e bastante próximas, o Z3 e o Z3 Compact se diferenciam basicamente no tamanho, já que utilizam as mesmas tecnologias. Olha só:

Câmera 
Xperia Z3: Traseira de 20.7 megapixels e frontal com 2.2 MP
Xperia Z3 Compact: Traseira de 20.7 megapixels e frontal com 2.2
Essa é uma das melhores partes sobre um smartphone à prova d’agua: fazer fotos dentro da piscina! :) Dá pra mergulhar até 1,5 metro em água doce com o Z3 ou o Z3 Compact e tirar fotos por até 30 minutos sem se preocupar.

Isso porque as tampas da porta micro USB, do compartimento do minichip e do compartimento do cartão de memória tem vedação especial.

Para fazer filmes, a tecnologia SteadyShot™ deixa as imagens menos tremidas, mesmo quando registradas em movimento.  E o Intelligent Active Mode avalia os movimentos e analisa dezenas de quadros para produzir vídeos mais suaves e estáveis, tudo em altíssima qualidade.

Tela
Xperia Z3: tela de 5.2 polegadas, com resolução Full HD
Xperia Z3 Compact: tela de 4.6 polegadas, com resolução em HD
Os dois modelos tem display com muito mais luminosidade e contraste aprimorado, o que garante uma ótima visualização da tela em qualquer ângulo – mesmo em um dia sob forte luz do sol. Isso só é possível graças à tecnologia TRILUMINOS™, que usa LEDs que emitem vermelhos e verdes mais puros. Tamanha qualidade permite todos vídeos e imagens sejam exibidos na tela com o máximo de qualidade gráfica, assim como nas TVs Sony Bravia®.

Design
Xperia Z3: de 146 x 72 x 7,4 mm e 152g
Xperia Z3 Compact: 127 x 64.9 x 8.6 mm e 129 g
Com corpo de alumínio e quadro superfino, os Z3 e o Z3 Compact apresentam o exclusivo botão Liga/Desliga, localizado na lateral do aparelho, exatamente onde o usuário posiciona o dedo polegar. O resultado não poderia ser outro: parece que foi feito especialmente para a sua mão.

Desempenho
Xperia Z3: Processador Qualcomm Snapdragon 801, Quad core com 2.5GHz (3GB RAM)
Xperia Z3 Compact: Processador Qualcomm Snapdragon 801, Quad core com 2.5GHz (2GB RAM)

Os dois modelos são muito rápidos, graças à combinação robusta do processador de última geração Snapdragon 801 com a CPU Krait 400. O processador funciona de modo independente, o que evita desperdício de energia. O resultado é um excelente desempenho gráfico em jogos e alta velocidade até mesmo no sensor de processamento da câmera.

Xperia M2 Aqua

Câmera
Com a mesma capacidade à prova d’água dos modelos Z3 e Z3 Compact, a câmera de 8MP do M2 Aqua também pode ser usada para mergulhar até 1,5m de profundidade na água doce. Dá pra ficar lá até seu fôlego aguentar, porque o modelo  também suporta até 30 minutos submerso.

Tela
Com 4.8 polegadas e resolução de 540 x 960 pixels, a tela do M2 Aqua apresenta ótima visualização independente do ângulo que o usuário olha pra ela. Desenvolvida com a mesma experiência que criou as melhores tecnologias das TVs Sony Bravia® e com 4G super-rápido, o visual é bastante agradável.

Design
O acabamento é fosco e também conta com o botão Liga/Desliga característico da Sony. Com 140 x 72 x 8.6 mm, ele pesa apenas 149g. 

Desempenho
O processador Qualcomm Snapdragon 400 Quad core de 1.2 GHz e o processador gráfico Adreno 305 garantem um bom desempenho para vídeos e jogos.  Com 1Gb de Ram, o M2 Acqua roda sem travar e entrega uma ótima experiência, até mesmo debaixo d’agua ;)

Depois que você tiver um smartphone à prova d’agua, suas selfies nunca mais serão as mesmas!

 

* De acordo com a IP65 e a IP68, o Xperia Z3, Z3 compact e M2 Aqua estão protegidos contra a entrada de poeira e é à prova d’água. Desde que todas as portas e tampas estejam bem fechadas, o celular (i) é à prova de poeira e (ii) está protegido contra jatos d’água de baixa pressão de todas as direções, atendendo à classificação IP65 e/ou (iii) pode ser submerso a 1,5 metro de profundidade na água doce por até 30 minutos, atendendo à classificação IP68.

Compartilhe este post:

Malware e Vírus no smartphone? Sim, eles existem, mas há como se proteger!

Por Vivoblog em 19-novembro-2014 Votos:
(nenhum voto)
0

o que é malwareComo nos computadores, os sistemas operacionais dos smartphones também são vulneráveis aos ataques de pragas virtuais. Por isso, é preciso tomar alguns cuidados básicos. As dicas abaixo valem para todos os sistemas operacionais. ;)

Lojas de Aplicativos
A primeira e mais valiosa dica é: instale apps somente das lojas virtuais do fabricante do seu sistema operacional. Estas lojas possuem diversas validações para evitar que aplicativos maliciosos sejam disseminados através da sua plataforma. As lojas de apps para cada plataforma serão informadas a seguir.

Android: Google Play
iPhone: App Store
Windows Phone: Loja
FirefoxOS: Market Place

Além delas há outras lojas virtuais confiáveis que podem ser de empresas ou operadoras de telefonia. O importante aqui é evitar aplicativos que são oferecidos por e-mail, sms, fóruns e outros sites comuns.

Não é uma boa ideia confiar em lojas de aplicativos que não são suportadas pelo fornecedor do sistema operacional, visto que elas são um dos principais canais de disseminação de códigos maliciosos. Desconfie também de aplicativos que oferecem muitas vantagens ou descontos incríveis. ;)

Os sistemas operacionais possuem uma configuração de segurança de fábrica que tenta impedir que apps baixados de fontes desconhecidas sejam instalados. Então, não modifique estas configurações, elas irão te proteger de aplicações potencialmente maliciosas.

Modificações do Sistema
Evite os procedimentos de desbloqueios não oficiais, como o “Jail Break” do iPhone e versões modificadas do sistema Android. Além de causarem a perda da garantia, essas alterações podem incluir vírus ou programas que permitem o controle remoto do seu aparelho. Além do risco de aumentar os danos causados por um código malicioso, que irá se aproveitar do desbloqueio do aparelho para causar maiores estragos.
Navegue de forma segura.

Evite acessar sites que você também não acessaria no seu computador pessoal. Sites com vírus podem ser preparados para infectar somente smartphones, aproveitando de vulnerabilidades específicas destes sistemas, pois durante o acesso a qualquer site, é possível identificar qual é o tipo de aparelho do visitante e tentar ataques específicos para cada tipo de equipamento.

Devo usar anti-vírus?
Sim. O anti-vírus deve ser sempre utilizado, pois caso você tenha acidentalmente instalado algum app de fonte não confiável e o smartphone apresente um comportamento estranho, você estará protegido dos códigos maliciosos reconhecidos por este software.
Vá até a loja oficial de apps do seu sistemas operacional e faça uma busca simples. Provavelmente os resultados serão os mais variados possíveis, por isso opte por marcas que você já conhece ou tem instalado em seu computador.
Como dá pra notar, evitar vírus e códigos maliciosos no seu smartphone é bem mais uma questão de comportamento. Com os cuidados acima, dificilmente seu aparelho será infectado.

Se quiser conhecer alguns produtos que podem te ajudar, acesse o portal de Segurança Online ;)

Categoria: Segurança Tags: Malware, segurança, vírus
Compartilhe este post:

Como criar uma senha poderosa (e ainda lembrar dela)

Por Vivoblog em 17-novembro-2014 Votos:
(nenhum voto)
2

Como fazer senhaUma senha forte pode evitar muitos problemas graves e é algo bastante simples de criar. Para isso, algumas dicas podem ajudar na hora de responder qual sua senha quando fizer um perfil online:

Ter no mínimo de 8 a 12 caracteres: alguns sites já obrigam o usuário a criar senhas com um mínimo de caracteres, mas o ideal é que a palavra tenha pelo menos de 8 a 12 letras ou números. Quanto maior a senha, melhor.

Incluir números, letras maiúsculas e minúsculas e símbolos: brinque à vontade com a ordem dos caracteres, porque quanto mais variados , mais segura sua senha vai ser.

Evite informações pessoais: Nunca use informações pessoais como seu nome,  data de aniversário ou números de documentos. Palavras ao contrário e abreviações também devem ser deixados de lado.

Mas como memorizar?
Com as dicas acima, parece que basta juntar várias letras maiúsculas, minúsculas, números e símbolos que a senha perfeita vai aparecer. Mas não é bem assim, porque você vai precisar lembrar desta criação sempre que for fazer um login.

Para isso, há algumas dicas:

Iniciais de uma frase:
1)
Monte uma frase com informações que só você sabe, por exemplo: “O primeiro lugar em que morei foi na Rua dos Telefones, nº 1515.”
2)
Selecione apenas as primeiras sílabas de cada palavra ou informação. O resultado finalserá a sua senha.
3)
No exemplo acima, o resultado será: OpleqmfaRdT15
4)
Para incrementar, você pode substituir algumas vogais por números que tenham formato parecido, como A=4, E=3 ou T=7. Neste caso, teríamos: Opl3qmf4Rd715.

Substituição de números por letras:

1)    Pense em algo físico que você gosta muito e a principal cor disso. Precisa ser algo que você não vai esquecer, hein? Como exemplo, vamos usar “Smartphone púrpura”
2)    Agora, vamos usar a dica 4 do exemplo acima. Em casos de letras que se repetem, substitua apenas uma delas: Sm4r7ph0n3pur9ura
3)    Para incrementar, inclua letras maísculas, minúsculas e caracteres especiais: $m4r7pH0n3Pur9uRa

Pronto! Agora basta aplicar essas dicas e criar uma senha segura e fácil de lembrar. Aproveite e substitua as senhas antigas por novas combinações;)

 

Categoria: Segurança Tags: segurança, senhas
Compartilhe este post: