Use o Crowdfunding para tirar seu projeto do papel

Por Vivoblog em 30-março-2015 Votos:
(nenhum voto)
0

CrowdsourcingSabe aquela sua ideia que poderia facilmente virar um empreendimento, mas  você não tem verba para investir? O Crowdfunding pode ser um aliado ;)

Essa modalidade de investimento funciona como uma arrecadação coletiva, na maneira mais literal possível: você expõe sua ideia em um site e o público pode doar pequenas quantias de dinheiro para ajudar seu plano a tomar forma. Em troca, as pessoas recebem recompensas por isso. Por exemplo, se você gravar um disco ou publicar um livro, pode oferecer exemplares para quem doar quantias pré-definidas para o seu projeto.

Existem vários sites de Crowdfunding onde você pode dar vida ao seu sonho. Basta cadastrar-se e apresentar o projeto ao público, informando o valor mínimo para que o projeto saia do papel. Quanto mais claro e criativo você for, melhor vai ser para conseguir parceiros. Caso o projeto consiga atingir o objetivo financeiro inicial, o site que divulgou a iniciativa recebe uma comissão. Se não atingir o limite, quem fez a doação recebe os valores de volta.

Os estilos de projetos cadastrados podem ser dos mais diversos tipos, desde cultural até industrial, sem restrições. Entretanto, alguns sites são mais especializados em certa categoria, por isso vale dar uma pesquisada antes de cadastrar o seu. ;)

Uma curiosidade bacana é que algumas grandes empresas e serviços que conhecemos muito bem já participaram de investimento coletivo: Wikipédia, Linux e YouTube são grandes exemplos da força do Crowdfunding no mundo.

Para se inspirar, conheça algumas startups que estão tirando seus projetos do papel com o apoio do Wayra, a aceleradora de startups da Telefônica:  http://wayra.co/br :)

Se você tem uma ideia legal que pode virar negócio, por que não tentar? Fica a dica. ;)

Compartilhe este post:

Conheça o “Layout”, novo aplicativo de montagem de fotos do Instagram

Por Vivoblog em 27-março-2015 Votos:
(nenhum voto)
0

Instagram LayoutEssa semana o Instagram lançou o aplicativo Layout, que permite juntar várias fotos numa só. O aplicativo tem estilos variados além de funcionalidades bem legais, olha só:

Nos aplicativos mais usados para este tipo de montagem, normalmente você escolhe um modelo que tenha os espaços necessários para a quantidade de fotos que quer publicar. No Layout é ao contrário: basta ir clicando nas imagens que mais gosta para que o  app automaticamente vá preparando o melhor formato para as suas imagens. Bacana né? :)

Quando você seleciona as fotos que vai usar numa colagem, o Layout permite que você modele o tamanho de cada uma com apenas um toque, de um jeito bem simples. Dá pra montar uma moldura com 3 imagens, por exemplo, e deixar uma delas em destaque.

Outra facilidade muito bacana, especialmente para quem tem milhares de fotos no celular, é a possibilidade de ver só imagens que tenham rostos através da função “Face”. Assim, o próprio app seleciona e mostra apenas fotos de pessoas e evita aquelas que são apenas uma paisagem.

Já a função “Photo Booth” permite a captura de fotos automaticamente por contagem regressiva. É ideal para aqueles momentos com bastante gente na foto, onde ninguém pode apertar o botão, sabe? Assim que as fotos estiverem prontas, você também pode editar, virando, girando ou espelhando-as antes de postar no Instagram.

Por enquanto, o Layout está disponível apenas na App Store. Se você é usuário de Android, pode ficar tranquilo: no blog oficial do Instagram já informaram que o aplicativo deve estar disponível em breve para smartphones Android. Vamos avisar por aqui, fique ligado ;)

Compartilhe este post:

Quer salvar a imagem da tela do seu celular? Aprenda a fazer print screen

Por Vivoblog em 25-março-2015 Votos:
(nenhum voto)
1

Foto da tela do celularOs smartphones têm um recurso chamado “print screen”, que salva e armazena imagens da tela no álbum de fotos. É como se você tirasse uma foto da tela que está vendo. A função, também conhecida como “screenshot” vem gerandoalgumas dúvidas nos usuários ainda têm dúvidas . Por isso, vamos mostrar como esta ferramenta funciona em alguns aparelho:

Samsung Galaxy Grand:
Existem duas formas de fazer foto da tela deste smartphone. A primeira é pressionando o botão de ligar e desligar + o botão Home. Ele salvará a imagem automaticamente no álbum. A segunda é ativando o modo “Movimento” em Configurações. Desta forma, é possível fazer a captura de tela apenas deslizando a palma da mão sobre a superfície do celular.

iPhone e iPad:
Para quem usa iPhone e iPad, o procedimento de capturar uma imagem da tela é muito simples: basta segurar o botão mestre do aparelho junto com o botão de ligar/desligar. Automaticamente, o aparelho armazenará a imagem no álbum de fotos. Depois, basta acessá-lo para visualizá-la.

Samsung Galaxy S4:
A captura de tela no Galaxy S4 também é bem fácil de ser feita. Basta pressionar e segurar o botão de ligar e desligar junto com o botão Home. A imagem será salva automaticamente no álbum de screenshots.

Motorola Moto G:
Para fazer um screenshot no Moto G, o procedimento é bem parecido com os outros aparelhos que funcionam com sistema operacional Android. A diferença é a disposição dos botões deste aparelho. Você deve segurar o aparelho com as duas mãos, pressionar ao mesmo tempo o botão de bloqueio de tela e o de reduzir o volume. O sistema fará um print da tela assim que você soltar os botões.

Google Nexus LG:
Para quem usa o Google Nexus, é só pressionar e segurar os botões de ligar e desligar junto com o de diminuir o volume ao mesmo tempo por 1 ou 2 segundos. Sua captura de tela será salva automaticamente.

Se o seu aparelho não está nessa lista, basta acessar o site do Vivo Guru. Lá você encontra o manual de vários  modelos diferentes;) .

Compartilhe este post:

Cloud Computing? Saiba como a Computação na Nuvem está mudando a sua vida

Por Vivoblog em 24-março-2015 Votos:
(nenhum voto)
0

cloud computing computação na NuvemA maioria das pessoas passa o dia todo conectada, seja no smartphone, tablet ou notebook e envia arquivos de áudio, vídeo e de texto como num passe de mágica. Mas isso só é possível graças ao “Cloud Computing” que, numa tradução literal, quer dizer Computação na Nuvem. Mas o que isso significa?

Funcionamento
Imagine que os seus arquivos não estão salvos no seu computador. Eles ficam em um servidor, que nada mais é do que um gigantesco banco de dados que armazena o material de usuários do mundo todo. Para acessá-los, usamos a internet que “busca” esses arquivos.

E-mail
Apesar de parecer bastante nova, essa tecnologia é utilizada nos e-mails há algum tempo. Quando enviamos uma mensagem, ela vai até um servidor e fica aguardando o momento em que a pessoa que deverá recebê-la acessa a caixa de entrada. Nessa hora, há uma atualização automática que “busca” a mensagem no servidor e a entrega ao destinatário.

Aplicativos
Todos os apps de conversação que usamos funcionam da mesma maneira: os arquivos ficam em um servidor antes de serem baixados no seu smartphone. O mesmo vale para as redes sociais, que carregam a timeline em nossa tela conforme vamos navegando.

Armazenamento
Há ainda programas que trabalham exclusivamente com o armazenamento de arquivos, documentos, fotos, vídeos, músicas e contatos como o Vivo Sync, por exemplo. Você pode guardar lá qualquer tipo de arquivo usando um smartphone, tablet ou notebook para enviá-lo para a nuvem. Depois, basta acessar os arquivos usando um desses gadgets :)


Filmes e Música
No aeroporto, no ônibus ou na sala de espera, quem não gosta de assistir a um filme ou ouvir música? Esses arquivos também ficam armazenados em um servidor e são levados até o seu smartphone através de uma tecnologia chamada streaming. O Vivo Música by Napster, por exemplo, funciona exatamente assim.

Games
Diversos jogos já funcionam desta maneira. Um servidor armazena e processa todos os gráficos, que são enviados para o jogador por streaming. Na tela, ele vê o jogo e consegue interagir com outras pessoas no mundo todo. Inclusive, dizem que essa será a próxima tendência do mundo dos games, quando o jogador não precisará mais de um console ou de um computador para rodar os jogos, porquejá serão processados em um servidor.

Como pudemos notar nos exemplos acima, a vantagem desta tecnologia é a facilidade e velocidade que ela oferece, fazendo com que possamos acessar arquivos remotamente a qualquer momento. ;)

 

 

Compartilhe este post:

Conheça o Kiwi, aplicativo para fazer perguntas anônimas

Por Vivoblog em 20-março-2015 Votos:
(nenhum voto)
0

KiwiO aplicativo Kiwi Q&A é a grande sensação dessa semana nas redes sociais: está entre os assuntos mais procurados no Google, é motivo de memes no Twitter e tem gerado diversos convites pelo Facebook. Mas afinal, o que é o Kiwi?

Pode-se dizer que é um questionário digital, basicamente uma rede social de perguntas e respostas. A graça é que isso pode ser feito de forma anônima ou, se preferir, as interações podem ser compartilhadas nas redes sociais.  A navegação dentro do app é bastante intuitiva porque está dividida em 4 seções:

Perfil: mostra os dados pessoais e a foto usada no app
Principal: é onde o usuário consegue acompanhar todas as perguntas que foram enviadas, assim como as respostas que recebeu;
Descobrir: parecida com a seção de mesmo nome no Instagram, mostra respostas que os amigos interagiram, seja compartilhando ou curtindo, além de usuários gerais do app
Caixa de Entrada: todas as perguntas que o usuário receber, anônimas ou não, ficam nessa seção. Tem também a opção “Pergunta aleatória”, em que o próprio aplicativo interage com o usuário: “Qual é o lugar perfeito para o primeiro encontro?” foi uma das perguntas que recebemos ao testá-lo.

Pra usar o Kiwi, primeiro é preciso baixar o app (disponível para Android e iOS) e criar uma conta, que pode estar ligada ao perfil do Facebook. Assim, o app consegue verificar quais amigos do usuário também utilizam o serviço, facilitando a interação e criando uma rede social própria com esses contatos.

Compartilhe este post:
vis